tutorial

Modelagem 3D, rápida e simples. by Davi Sales Studio

Bom dia pessoal,

 

Envolvido com alguns jobs de ilustrações para animações publicitárias e algumas capas de livros tive pouco tempo para trazer novidade ao blog e a fanpage, porém, a demora será bem recompensada com um dica bem legal.

 

Bem, quem gosta de modelagem com 3D??

 

O resultado final de um 3D é maravilhoso, acho muito legal essa transposição da arte tridimensional para o meio digital, entretanto, trabalhar com 3D sempre foi um bicho de sete cabeças. Os programas sempre foram muito complicados e o trabalho extremamente demorado. Mas, hoje a coisa mudou bastante, pelo menos para quem quer fazer modelagem 3D, o Zbrush trouxe muito mais facilidades para a modelagem e com isso ficou muito mais natural fazer um personagem em 3D, por exemplo. Sim é verdade, porém, quando dizemos que o Zbrush é fácil, pode-se entender que ele é "muito facinho", não é não, eu mesmo já tentei trabalhar com ele várias vezes e não lembro nem de ter conseguido um resultado mínimo razoável.

O Zbrush tem muito comandos, ele é mais natural para o uso que os outros, mas você tem que conhecê-lo muito bem para começar a ter algum resultado e isso dá muito trabalho e leva muito tempo.

Agora vem a notícia, existe um programa chamado SCULPTRIS, que primeiro foi desenvolvido por um grupo independente e depois comprado pela Pixelogic (a mesma do Zbrush), ele tem sistema bem simples de trabalhar com 3D.

É uma esfera que você vai moldando, pondo massa, cavando nela e alisando, como no mundo real.

São bem poucas as ferramentas do aplicativo, mas você pode obter um grande controle do resultado com apenas umas 2 horas de estudo. Na interface do programa já vem umas dicas de uso e atalho e tem o manual completo na pasta de instalação.

O Sculptris é muito leve, ele tem uns 20 mb, se não me engano e o trabalho feito pode ser exportado para trabalhar em outro programas, como no próprio Zbrush.

Espero que a dica valha para quem gosta de 3D e não sabe por onde começar.

 

Ahhh, fiz a modelagem de um personagem meu para usar como referencia de posição para desenhar, isto é apenas um esboço, para finalizar demora ainda muitas horas de modelagem para refinar tudo, segue o resultado.

 Link do Sculptris
http://www.pixologic.com/sculptris/

Acompanhe o site:
www.davisales.com.br

e

Curta a fanpage:
https://www.facebook.com/EstudioDaviSales

 

 

 

Angelina Jollie - estudo de finalização de pele by Davi Sales Studio



Aprender tem que ser parte do cotidiano do ilustrador e do artista.

Elogios e tapinha nas costas, além de não por um centavo no seu bolso também trazem uma sensação de dever cumprido. Sentimento perigoso que deve ser combatido todos os dias.

Separe um tempo diariamente, semanalmente, mensalmente, de acordo com seus afazeres e estude.
Veja o que os "monstrinhos" estão fazendo e tente aprender com eles.

Às vezes você pode simplesmente ver os trabalhos e deduzir o processo, outras vezes eles mesmos liberam um tutorial revendo segredos. Fique atento.

Bem, aqui está um fruto desse trabalho de garimpagem. Esta caricatura eu finalizei com um tratamento de pele que vi com um tutorial de um cara muito bom. Obviamente que tenho muito caminho para andar, mas vou usar bastante esse tratamento na pele dos meu trabalho daqui em diante.

Note: A coisa mais importante é deixar uma certa porosidade na pele, isso faz uma luz mais difusa e mais semelhante com a reflexão da própria luz na pele!

Aqui está o tutorial de Papa Ninja: http://muddycolors.blogspot.fr/2012/08/digital-skin.html

Veja mais trabalhos em:
/portfolio/
https://www.facebook.com/EstudioDaviSales

Tilt-shift by Davi Sales Studio

Fala pessoal,

Hoje é segunda e graças a Deus abriu um sol maravilhoso, ontem a chuva foi miserável!

Não sei se todos conhecem o efeito tilt-shift, é um treco invocado que deixa fotos, principalmente panorâmicas, como se fossem fotos de maquetes. Alguma propagandas já usaram o recurso e tem muita gente fazendo fotos assim por aí.

De fato o efeito é muito interessante e extremamente divertido, além de imagens estáticas e possível produzir vídeo com o mesmo efeito.

Veja alguns exemplos nesse link:

https://www.google.com/search?q=tilt+shift&hl=en&client=firefox-a&hs=Kgk&rls=org.mozilla:pt-BR:official&prmd=imvnsar&tbm=isch&tbo=u&source=univ&sa=X&ei=-MvxT-2jKY-E8QSNxej_AQ&ved=0CGQQsAQ&biw=1920&bih=950

Tá, mas o que isso tem a ver com ilustração? Sei lá... hehehe, brincadeira, sei sim.

Fiquei imaginando se isso poderia ser aplicado em ilustrações e como ficaria o resultado. Peguei umas ilustrações que fiz para o cliente http://www.sixtant.net/site/ e testei, de forma simples, o efeito de tilt-shift para ver o resultado, achei interessante.

O que você acha do resultado? Manda sua opinião.

Mas só mostrar a foto é pouco? então senta que lá vem a história.

Sabe como fazer o tilt-shift? Não? Tem duas formas, até onde eu sei, uma é com equipamento fotográfico especial e outra com aplicação de filtros em programas de manipulação de imagem, ou seja, photoshop.

Faça um teste você também:

1 - Escolha uma foto ou ilustração panorâmica, imagens em closes, plano americano, etc. não funcionam. De preferência tem que ser uma imagem distante e vista de cima

2 - abra a imagem no photoshop e tecle na letra "Q". Depois escolha a ferramenta de gradiente e selecione a opção "reflected gradient" fica na parte superior do lado esquerdo (photoshop cs4).

3 - clique na figura, arraste e solte, gerando uma área vermelha em degradee na posição horizontal, se precisar, refaça o gradiente até que fique marcado exatamente no local onde você quer o foco de sua imagem. O degradee vermelho é por que sua imagem está no modo máscara.

4 - Tecle novamente na letra "Q" e depois vá no menu "select" (seleção) e escolha "inverse" (inverter).

5 - invertida a seleção, vá ao menu "filter" (filtro), depois "blur" e escolha e depois "Lens blur".

6 - ajuste como você achar melhor, marque preview para ir vendo as mudanças.

7 - Dê ok e veja o resultado.

8 - Se precisar tecla ctrl+z e refaça os passos até achar o melhor resultado.

Essa é uma forma de fazer o efeito de forma simples, mas você pode ir melhorando o processo usando "layers", fazendo recortes etc. ouze e se divirta!

Grande abraço e continuem indicando o blog e a fanpage!

http://www.davisales.com/blog/

https://www.facebook.com/EstudioDaviSales

Que tintas você usa? by Davi Sales Studio

Tem dias que eu fico buscando na minha cabeça lembranças que me ajudaram a traçar minha caminhada no mundo da ilustração. Penso nisso para tentar achar elementos que sejam, de verdade, úteis para quem quer trilhar no mundo da ilustração ou das artes plásticas.

 

Segue aqui um conselho artístico de cunho filosófico para você pensar um pouco e ver se serve para sua jornada como serviu para a minha.

 

Não lembro muito bem se foi em 1991 ou 1993, mas o certo é que fui as duas bienais internacionais de quadrinhos realizadas, nestes dois anos, no Rio de Janeiro. Numa dessas edições, tivemos a presença de Bill Sienkiewicz (Biu Sinquéviti), como ele mesmo nos ensinou a pronunciar o nome dele, que me trouxe bastante alívio e que terminou com os milhares de especulações de como se pronunciava aquela emaranhado de consoantes, ele fez uma palestra, uma das mais esperadas em toda a bienal.

Todos preparados e ansiosos para o momento. Bastava olhar ao redor e lá havia um monte de jovens ansiosos por absorver o máximo de informações desse grande artista dos quadrinhos.

 

Confesso que duas coisas me marcaram neste encontro:

 

A primeira que Bill não é uma das pessoas mais simpáticas, meio estrela e diria, uma leve boçalidade na maneira de falar. Nem de longe ele se compara com a simplicidade de Davi Mazzuchelli e Joe Cubert, que tive a oportunidade de conversar pessoalmente, Will Eisner, ví de longe, mas era uma pessoa muito simpática e de gentileza óbvia.

 

A outra foi uma coisa que ele disse que me acompanha até hoje.

Naquele momento o mundo digital nos quadrinhos e nas artes era só um embrião, sendo assim, todos ainda viviam imersos nas técnicas "analógicas". Lá pelas tantas, as perguntas foram abertas a platéia e um jovem aspirante, como eu e muito outros, perguntou: Que tintas você usa?

Bill Sienkiewicz respondeu: - Vermelho, amarelo, azul...

 

Não sei bem se ele queria ser pernóstico ou se ele realmente queria nos ensinar algo importante, de qualquer forma isso foi muito importante para mim. Pensei realmente qual a importância na marca da tinta que um artista “top” usa para um iniciante. Não que eu não tivesse interesse em saber, queria e queria muito, mas me convenci que existem muitas outras coisas antes e que naturalmente essas "tintas" cairiam na minha mão quando eu estivesse preparado para elas.

 

Deixo esse texto para que você faça as correlações no mundo de hoje. Aprenda o que todos aprendem desde a renascença e não se preocupe, as tintas cairão em sua mão, quando você estiver preparado para elas.

 

Abraço a todos e bom final de semana.

 

Ah! Não se esqueçam de curtir a página do facebook, aqui e visitar o blog, aqui

 

Textura para iniciantes. by Davi Sales Studio

Oi pessoal,

Hoje é uma sexta feira chuvosa em Recife eu estou me preparando para viajar a trabalho, mas antes, vou deixar uma coisinha para vocês “matutarem” durante o fim de semana. Como o iniciante deve fazer texturas em seus trabalhos?

Bem, então vamos por um ponto inicial na conversa. Você é iniciante? Então leia. Você não é iniciante então leia, mas já saiba que este post é uma pegadinha!

Continuando. Se você quer aprender realmente a fazer um trabalho de qualidade, então esqueça as texturas, não, elas não são fundamentais no trabalho do ilustrador, conheço muitos que não usam praticamente nenhuma textura e são geniais.

Mas e para você que quer aprender a pintar realisticamente ou hiper realisticamente, bem, aí sim, as texturas são muito importantes, porém, tudo há seu tempo. Você mesmo se classificou como iniciante, eu avisei!

Se você quer ser um bom pintor realista, hiper realista ou quer que suas pinturas saltem aos olhos do observador, então você vai precisar aprender a simular texturas, mas antes você precisa aprender algo mais importante, bem, não é mais importante de fato, mas você tem que dominar antes da textura. A luz e sombra!

É fundamental que você domine a luz e sombra. Estes dois elementos vão determinar a identidade do seu trabalho, eles que vão dar o alicerce para você fazer a textura sobre ele.

Vejo muito trabalho na net de gente que aprendeu um monte de "coisinhas" e fazem um monte de texturinhas legais nas suas pinturas, mas elas não têm uma boa volumetria e por isso, para um olho mais atento, o trabalho é fraco.

Não é importante saber qual o "brush" esse ou aquele pintor usa, a menos que você tenha o trabalho com a estrutura no mesmo nível dele. Eu já consegui resultados semelhantes com “brushes” diferentes do photoshop. Dedique seu tempo a olhar as "massas", o volume da figura, onde bate mais luz e onde bate menos.

Sabe qual a maior diferença entre os dois estágios da pintura a abaixo?
O tempo! A grande diferença de um para o outro é somente o tempo que investi para chegar ao resultado final. Mas a estrutura estava lá, desde o início, as massas de luz e sombra estavam definidas e com isso, me dando suporte para a aplicação de cor e textura.

DICA: Veja tudo no geral e também as partes.
quando você estiver fazendo o sombreamento de uma pintura, mantenha o desenho no seu monitor de forma que você possa ver tudo, não amplie para ver tudo de perto, isso vai fazer você errar na determinação de onde terá mais luz que outro.
Lembre, quando houver uma fonte de luz vinda de cima, provavelmente a área mais clara da testa do seu personagem será mais clara que a área mais clara do pescoço dele. As áreas de luz precisam se valoradas de acordo com a exposição que elas têm a luz.
Fazendo o sombreamento com a visão ampla e equilibrando corretamente as áreas de luz e sombra permite que você tenha maior domínio quando for ampliar para fazer os detalhes.

Espero ter ajudado! Bom fim de semana a todos.

Não se esqueçam de curtir a página do facebook e visitar sempre o blog.

 

Processo de uma caricatura by Davi Sales Studio

Olá pessoal, bom dia!

Começo a semana com post que será o primeiro de outros que virão. Quero mostrar um pouco do processo para se fazer uma caricatura digital.
Neste primeiro material vou mostrar uma gif animada que faz uma viagem do esboço mais rudimentar ate a finalização da pintura. Aos poucos vamos detalhando os pormenores de cada etapa do processo, com outro exemplos.
Para quem tá começando, vale dar uma olhada nas diferenças dos processos de cada etapa e tentar enxergar como elas foram feitas.

Aos que quiserem tirar alguma dúvida é só usar o espaço de comentários.

Grande abraço e boa semana a todos!